domingo, 23 de novembro de 2014

Ele veio para libertar os cativos - resenha


Antes de escrever esta resenha, pesquisei na net sobre a autora Rebecca Brown. Confesso que fiquei impressionado sobre a polêmica em torno do livro: “Ele veio para libertar os cativos”.  Estou relendo. No entanto, uma pergunta em minha cabeça perturba a alma: A autora é uma grande mentirosa... ou realmente fez revelações verdadeiras? Satanismo é o tema predominante baseado, segundo a autora, em uma história real. Sei que há um embate entre Deus e o diabo. No meio do fogo cruzado, os seres humanos e toda criatura estão envolvidos. Não há como fugir da guerra. E também não é possível ficar em cima do 'muro'.  Mas uma coisa eu posso adiantar: escolher e trilhar o caminho do diabo é um péssimo negócio!

Muitas coisas estranhas que não conseguimos compreender existem. Isso é fato.
O satanismo e o ocultismo são reais. O diabo se alimenta de pó. Está escrito no livro de Gênesis. E o pó é o pecado. Se você quiser ler o livro, é melhor ter cuidado. Ele poderá até influenciá-lo a ter mais conhecimento sobre o ocultismo. E a curiosidade poderá se transformar em uma espécie de teia de aranha.

A narrativa de Rebecca Brown é fascinante. Ela teve a missão de combater o satanismo na obscura década de 70 do século vinte. No hospital em que trabalhava, alguns colegas eram satanistas. Então, certo dia, teve que atender Elaine: uma espécie de bruxa muito poderosa. Com calma e paciência, Rebecca fala do amor de Jesus e do plano de salvação para ela. Ao conseguir êxito, as duas sofrem intensas perseguições dos satanistas. No livro é mostrado sacrifícios, aparições de demônios e outras bizarrices. Simplesmente, mergulhei na história. Temas relacionados ao sobrenatural sempre me interessam. Tanto faz, se é ficção ou não. Eu recomendo o livro

Classificação: Excelente

 Abraços.


Postar um comentário